Muita gente acha que Paris leva o título de Cidade Luz por ser uma cidade muito iluminada, principalmente quando se fala de seus monumentos.

Embora seja verdade que Paris é uma cidade ultra iluminada, seu título vem do fato de que durante séculos as mentes mais iluminadas de diversas vertentes da arte eram atraídas a Paris como os insetos são atraídos pelas lâmpadas.

Pintores, escultores, músicos, arquitetos, bailarinos, e outros artistas de todo o mundo mudaram-se para Paris, que se tornou o maior centro de artes do mundo. Não era para menos que Van Gogh, Picasso, Santos Dumont, Chopin, entre outros, se mudaram em algum momento de suas vidas para a Cidade Luz.

Paris se tornou o centro das artes, do refinamento e do bom gosto. Faz parte da cultura tornar as coisas do cotidiano mais belas. Não se faz um poste apenas para iluminar, se faz uma obra de arte com uma lâmpada em seu topo. Não se contrói uma ponte apenas como um meio de atravessar um trecho, mas como mais uma obra e seu encanto. Quem já foi a Paris sabe que essa verdade é provada a todo momento.

Uma coisa engraçada e fascinante que percebi quando andava no Louvre, era ver crianças sentadas em frente a obras de arte pintadas há centenas de anos, pelos maiores artistas da história da arte, como se fosse a coisa mais simples do mundo. E suas professoras explicando a história das mesmas.

Quando cliquei esse momento fiquei imaginando o privilégio que essas crianças tem.

Quando cliquei esse momento fiquei imaginando o privilégio que essas crianças tem.

Em Paris as crianças de 3 a 4 anos têm aulas no Louvre. Depois, com 7 ou 8 anos tem novas aulas no Louvre, e com 12 a mesma coisa. Ou seja, quando se tornam adultas já estiveram no Louvre e em outros grandes museus dezenas de vezes. E conhecem arte, cultura, historia e tradição nos melhores lugar que poderiam conhecer.

Não é atoa que muitos museus de Paris estão sempre lotados, pois valem cada minuto de suas visitas. É incrível como a cidade respira arte. Infelizmente é normal encontrar ônibus de turismo do Brasil parados na portão do Louvre por 20 minutos. Muitos correm para olhar rapidamente a Monalisa e a Venus de Milo e dizem que conheceram o Louvre. Certo cálculo feito diz que se o visitante do Louvre ficar 1 minuto vendo cada obra ele levaria cerca de 3 anos para ver tudo.

Quando visitei o Louvre, tentei ler as legendas de algumas obras e em outras perdia alguns minutos imaginando o que o artista quis expressar. Ainda assim, passando correndo por muitas, levei mais de 7 horas para ver parcialmente 2 andares do Louvre. Realmente, é muita coisa, mas vale muito a pena. É um banho de beleza, sentimentos, história e cultura.

A cidade luz ainda atrai todos os anos milhares de curiosos e fascinados por sua beleza única e deslumbrante.

4 Comentários

Deixe um comentário

Sobre o autor

Gui Correia

Um programador viajante, apaixonado por fotografia e amante da vida.
Ajudando e sendo ajudado a vida flui.

Hey! Não perca nossas novidades!

Inscreva-se para receber promoções, dicas, roteiros e experiências!
De viajante pra viajante. ;)

Nunca lhe enviaremos spam, apenas coisas lindas sobre viagem.

Powered by themekiller.com anime4online.com animextoon.com